É importante priorizar diferentes recursos metodológicos, diversificar as estratégias didáticas como caminhos e instrumentos para a aquisição do conhecimento, de forma que os estudantes compreendam não apenas conceitos e fatos, mas também procedimentos e atitudes.

 

Metodologias que estimulem a troca de experiência, a tomada de decisões, a experimentação e a reflexão sobre a postura pessoal em relação a diferentes assuntos, que tornem o estudante protagonista no processo de produção de conhecimento. Para motivar é preciso identificar quais os interesses do aluno para o conteúdo ou tema.

 

Os estudantes não são iguais, vêm de contextos familiares e grupos sociais diferentes e interagem em culturas diversas. Possuem vivências e expectativas próprias em relação à escola e à vida e portanto têm preferências quanto ao estilo de aprendizagem. Alguns se saem melhor nas atividades em grupo (socialização das ideias), outros preferem trabalhar sozinhos. Há os que gostam de ouvir a fala do professor, outros aprendem por descoberta, nas aulas experimentais.

 

A natureza da aprendizagem é individual, pois cada um tem seu modo de ser, suas habilidades mentais específicas, ritmos de aprendizagem, nível de motivação, interesse para uma determinada área e experiências pessoais vividas no grupo social que tem como referência. Esses fatores tornam difícil a escolha de uma única estratégia metodológica.

 

Aqui, apresentamos algumas estratégias que foram utilizadas na Escola Municipal Israel Pinheiro com a coleção Cientistas incríveis, descobertas sensacionais - em quadrinhos.

CLIQUE NAS METODOLOGIAS PARA VER MAIS DETALHES

Excursões

científicas