Com a Idade Moderna, teve início o período em que a ciência devia valorizar a certeza absoluta, objetiva e inquestionável. Segundo esse modelo, que ainda hoje tem espaço nas escolas, cabe aos estudantes decorar conceitos e estudar os fenômenos com base nas partes. Assim, a ciência é apresentada como verdade imutável e o conhecimento está fragmentado em áreas.

Ao apresentar as descobertas científicas presentes nesta coleção, pretende-se demonstrar que o conhecimento científico está em constante evolução e em processo de transformação. O conhecimento científico não é uma verdade imutável. Dessa forma o aluno não decora conceitos, mas passa a questionar, experimentar, criar, inovar e gerar conhecimentos.

As ideias científicas sofreram mudanças de pensamento ao longo dos anos porque pessoas incrivelmente perseverantes derrubaram concepções arraigadas e apresentaram nova produção do pensar.